Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/10/17 às 18h02 - Atualizado em 8/11/18 às 16h47

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa dia 23

COMPARTILHAR

Destaque serão trabalhos escolares e projetos de inovação

 

banner site SNCT-01

Brasília recebe entre os dias 23 e 29 de outubro a edição de número 14 da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Instituído em 2004, quando o governador Rodrigo Rollemberg era secretário do Ministério da Ciência e Tecnologia, o evento tem o objetivo de aproximar a população do assunto. Este ano, o tema da Semana será “A Matemática está em Tudo”, pois nos próximos meses o Brasil sediará dois eventos nos moldes de uma olimpíada do conhecimento. Serão eventos que receberão alunos do mundo inteiro. Baixe a programação abaixo

 

Baixe a programação: Cartilha da Semana de Ciência e Tecnologia

 

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia ocorre em todo o país e é sempre inaugurada em Brasília. Este ano, mais uma vez, o local escolhido foi o Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade. A entrada é franca. O secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Tiago Coelho, explica que na capital do país o evento terá três partes principais, começando pelo Circuito Ciência. “São as feiras de ciência que ocorrem nas escolas e têm etapas de classificação. Os melhores trabalhos serão mostrados na etapa final, programada para a Semana Nacional”, explica Tiago Coelho. Estarão expostos 336 trabalhos feitos pelos alunos nas escolas. A mostra promete muita coisa interessante. “Há um trabalho que mostra, por exemplo, como um vulcão entra em erupção”, conta o secretário.

 

A segunda parte da Semana Nacional exibe como a Ciência e a Tecnologia são aproveitadas no dia a dia de empresas e entidades. “O SLU, por exemplo, vai mostrar como o lixo é aproveitado para produzir energia e ser fonte de renda”, antecipa Tiago Coelho. Por sua vez, Metrô e Adasa, a Agência Reguladora de Águas do DF, vão apresentar, respectivamente, como uma estação pode funcionar inteiramente com energia solar e como Ciência e Tecnologia estão sendo utilizadas no combate à crise hídrica.

 

A terceira parte, de acordo com a programação, são as atividades descentralizadas, aquelas que ocorrerão fora do Pavilhão de Exposições. No Planetário, por exemplo, haverá mostra de cinema na cúpula 360º, oficinas e palestras. Já a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, SBPC, fará seus encontros regionais em pareceria com a UNB em Ceilândia, Gama e Planaltina.

 

Cerca de 250 estandes estarão armados dentro do Pavilhão. Somente o Circuito Ciência ocupará 100 desses pontos para apresentar os trabalhos escolares. O setor produtivo também estará presente. Diversas entidades ligadas à Federação das Indústrias de Brasília, a FIBRA, mostrarão o que estão fazendo em termos de inovação tecnologia.

 

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTIC, promotor da Semana, selecionou 170 propostas vindas de entidades e empresas do Brasil inteiro com projetos de aplicação da Ciência e Tecnologia na rotina desses lugares. Os projetos escolhidos receberão financiamento de R$ 5,54 milhões.